Se você chegou até este post porque é um apaixonado pelo futebol e gostaria de saber se vale a pena ou não ir até o Estádio Nacional de Chile para conhecê-lo, adianto que sim. Esta foi uma das visitas mais interessantes que fiz durante a estadia no país. Porém, o principal motivo não foi o futebol, e sim o alto valor histórico que este local abriga, nos fornecendo uma ótima oportunidade de aprender um pouco mais sobre a história Chilena.

Fachada do Estádio Nacional de Chile
Fachada do Estádio Nacional de Chile

O Estádio Nacional – durante a ditadura de Augusto Pinochet, iniciada após do Golpe Militar de 11 de setembro de 1973 – foi um dos primeiros campos de concentração utilizados para detenção, tortura, fuzilamento e desaparecimento de prisioneiros a cargo do Estado. Seu uso como Centro de detenção foi curto se comparado aos 17 anos de ditadura militar, durou de 11/09/1973 até 07/11/1973, contundo não menos impactante. Além disso, estima-se que 7.000 pessoas, entre homens e mulheres, dentre eles estrangeiros, trabalhadores e estudantes, estiveram presos no local.

A visita na forma guiada passa pelos locais em que os prisioneiros ficavam. Tais locais mantêm-se da forma como foram deixados em 1973 – sem reforma, apenas conservados. Assim que o Estádio Nacional é um sítio de memória e você estará fazendo uma visita riquíssima historicamente falando, daquelas que te deixarão reflexivo acerca de tudo que aconteceu nele.

Não posso esconder que é uma visita pesada, e nem que você sairá dela de uma forma diferente da que entrou.

COMO FAZER A VISITA GUIADA

Dias e horários de visita: de terças a sábados, às 10h e 12h. Não necessita agendamento prévio.

Duração: aproximadamente 1h15min.

Endereço: Avenida Grecia 2001, Ñuñoa. Indo de metrô, basta descer na estação Estádio Nacional (linha 6).

Custo: A visita guiada é gratuita. Apenas é solicitada ao final uma gorjeta, a seu critério, ao guia que lhe apresenta o estádio.

Site: www.estadionacionalmemorianacional.cl

LOCAIS VISITADOS

Abaixo exponho algumas fotos dos locais que passamos durante a visita utilizados para o encarceramento ou para fins de interrogatório e tortura. Durante todo o percurso, o guia vai nos dando um panorama sobre o golpe militar e narrando fatos e curiosidades que ocorreram em cada um destes pontos do estádio.

Bodega 6 - Sala de aprisionamento
Bodega 6 – Sala de aprisionamento
Banheiro da Bodega 6
Banheiro da Bodega 6
Um dos locais de detenção
Um dos locais de detenção
Sala de tortura
Sala de tortura
Velódromo: local utilizado para os interrogatórios e onde as torturas eram feitas na frente de outros prisioneiros para amedrontá-los
Velódromo: local utilizado para os interrogatórios e onde as torturas eram feitas na frente de outros prisioneiros para amedrontá-los
Sala de detenção para mulheres
Sala de detenção para mulheres

ESCOTILLLA 8

O Estádio Nacional possui 8 escotillas que foram utilizadas como celas coletivas. Em cada uma, estima-se que havia 400 pessoas. A 8 é a mais famosa porque era a única que possuía uma pequena visão para a rua, permitindo que os prisioneiros enviassem mensagens aos familiares que estavam nos portões buscando notícias.

Entrada da Escotilla 8
Entrada da Escotilla 8

As escotillas também davam acesso às arquibancadas do estádio onde os prisioneiros saiam para pegar sol à luz do dia. Em 2013, o governo Chileno declarou o Estádio Nacional um Monumento histórico, deixando inalterados este espaço e também aqueles expostos nas fotos acima.

Corredor da escotilla 8 que dá acesso às arquibancadas
Corredor da escotilla 8 que dá acesso às arquibancadas

Para mim, o mais louvável é a atitude dos Chilenos em assumir o passado e mantê-lo presente de forma a não cometer os mesmos erros. Perceba que todo interior do estádio todo foi reformado à exceção da escotilla 8, que se mantém da forma como era em 1973. Procure ver durante as partidas da seleção Chilena que esta área atrás de um dos gols fica vazia. E repare na forte frase un pueblo sin memoria es un pueblo sin futuro.

Espaço mais simbólico do estádio Nacional
Espaço mais simbólico do estádio Nacional

Depois disso te pergunto: como não respeitar este país e admirar atitude corajosa de não esconder o passado? Que exemplo!

Foto da escotilla 8 tirada durante uma visita da FIFA
Foto da escotilla 8 tirada durante uma visita da FIFA

OUTRAS INFORMAÇÕES SOBRE O ESTÁDIO NACIONAL

  1. Seu nome oficial é Estádio Nacional Julio Martínez Prádanos.
  2. Sediou vários jogos da Copa do Mundo de 1962, incluindo a final vencida pelo Brasil 3×1 contra a Tchecoslováquia, e a Copa América de 2015, vencida pela Seleção Chilena.
  3. A capacidade atual é de 48.665 pessoas sentadas.
  4.  É a casa da seleção Chilena de futebol, mas também é um estádio multiuso, utilizado principalmente para shows.
  5. O Estádio Nacional faz parte de um complexo desportivo e todas as pessoas podem acessar à área em que ele está localizado durante o dia, pois ela fica aberta. No dia que eu fui, vi várias pessoas se exercitando pelo local, fazendo caminhadas e outros exercícios para condicionamento físico.

Esta visita foi feita no dia 05/01/2018. Valeu demais adquirir este tipo de conhecimento e refletir sobre as barbáries humanas. O guia era muito preparado e nos deu uma verdadeira aula de história. Visita super recomendada!

Veja outras dicas sobre o Chile clicando aqui