Adoro passeios que são feitos em bicicleta, se for possível agregar a eles conhecimento, melhor ainda! Ficam completos! Neste caso, fazer o tour de bicicleta pelo Soweto é ver o próprio resultado de uma história – uma história triste, mas que originou uma cidade de povo que sorri com facilidade, gosta de uma conversa e transborda simpatia.

No Soweto você verá muitas crianças pelas ruas. Elas gostam de chamar a atenção e será impossível não interagir com elas. Se sentirão felizes só de dar um tapinha na tua mão, no entanto o maior ganhador disso tudo será você, pois lembrarás para sempre dos sorrisos.

Tour de bicicleta no Soweto
Tour de bicicleta no Soweto

Então, se Joanesburgo estiver no seu roteiro pela África do Sul, não deixe de ir ao Soweto durante a estadia! As minhas 24 horas por lá valeram muito a pena: hospedei-me no Lebo’s Soweto Backpackers, fiz o tour de bicicleta, experimentei a culinária local e interagi com o pessoal. Visita recomendada! #ThisisAfrica!

POR QUE EM BICICLETA?

Considerei ser a melhor opção custo x benefício, já que a opção Tuk Tuk era mais cara e na opção a pé se conheceriam menos locais. Além disso, pelo esporte em si. É tão gostoso dar uma pedalada! O meu tour de bicicleta pelo Soweto teve duração aproximada de 4h horas. Reservei com o próprio hostel.

Soweto
Soweto

Informações:

  1. Os passeios são mais baratos para quem está hospedado no Lebo’s. Neste caso é necessário avisá-los com antecedência que você irá fazer o passeio, pois há um número limitado de bicicletas e também para a preparação do almoço que está incluso no tour.
  2. As informações passadas pelos guias se dividem entre fatos históricos e dados atuais sobre o Soweto.
  3. É uma excelente forma de aprendizado sobre o Apartheid.
  4. Os guias falam apenas em inglês.
  5. Não foram feitas visitas às partes internas dos locais que passamos.

O TOUR DE BICICLETA PELO SOWETO

A primeira coisa que sempre me vem à mente são as crianças – atração a parte do passeio. Foram incontáveis high fives distribuídos (toca aqui em inglês) e muitos sorrisos sinceros recebidos. Se você pegar o horário no qual as crianças estão indo para a escola, prepare-se para dar risada, pois elas vão passar dentro das vans fazendo bagunça, careta, dançando – chamando a sua atenção de qualquer forma!

Crianças pedindo high five
Crianças pedindo high five

Durante o tour se fazem algumas paradas, em cada uma agregando-se um pouquinho de conhecimento histórico. Dentre elas a casa em viveu Nelson Mandela e a casa do arcebispo Desmond Tutu – dois ganhadores de prêmio Nobel da Paz. Por essa razão, a rua Vilazaki Street é conhecida como a única do mundo em que viveram dois ganhadores deste importantíssimo prêmio. Nelson Mandela foi o ganhador de 1993 e Desmond Tutu de 1984.

Passamos também pelo Museu Hector Pieterson, que é um memorial e museu sobre a história do Soweto. O nome do museu é uma homenagem ao menino de 13 anos morto em um dos confrontos que ocorreram por lá e que virou símbolo em razão de uma fotografia viralizada no mundo na qual ele aparece sendo carregado no colo de uma outra pessoa.

Paradas efetuadas durante o tour de bicicleta
Paradas efetuadas durante o tour de bicicleta

Avistamos também o Orlando Stadium, passamos por uma escola pública para ver as crianças e seus uniformes e fizemos uma parada para provar a culinária local.

Orlando Stadium
Orlando Stadium

A EXPERIÊNCIA CULINÁRIA

Experimentamos órgãos bovinos, tipos de carnes muito consumidos no Soweto. O que eu comi: coração, pulmão e estômago de vaca. Se você quiser provas disso, veja o vídeo do momento no Instagram clicando aqui.

Culinária exótica do Soweto
Culinária exótica do Soweto

Eu não consigo pensar na hipótese de viajar para um local e não provar as comidas típicas dele. E me refiro às comidas de rua, que se comem no dia a dia e não àquelas gourmet. Prove! Por que não?

Coração e estômago de vaca
Coração e estômago de vaca

PARECER

A maior parte desse tour de bicicleta pelo Soweto é percorrendo a região conhecendo-a como um todo. A que mais me impressionou, como esperado, foi a área mais pobre – e que acredito ser o motivo pelo qual a maioria das pessoas decide fazer o passeio por lá. Circulamos com a bicicleta pelas ruas sem saneamento, olhamos as casas simples, vimos muitas crianças vivendo em meio a essa situação precária, lixo e todos os tipos de comércio e serviços sendo oferecidos (salão de beleza, mercadinho, creches…).

Parte mais pobre do Soweto
Parte mais pobre do Soweto

Veja o vídeo de uma região precária do Soweto que foi postado no Instagram clicando aqui.

A ida ao Soweto me agregou muito. Como comentei inicialmente é um local formado pela história e esse conteúdo é passado a você pelos guias. Além disso, foi importante desmistificá-lo, pois embora tenha áreas precárias, sendo inclusive divulgado por muitos sites como sendo a maior favela da África do Sul, não o vi com esses olhos, tampouco senti medo andando por lá ou presenciei alguma situação de perigo – pelo contrário é apenas uma grande aglomeração urbana, com um povo receptivo e disposto a continuar mudando a história do Soweto para melhor!

Sonhas conhecer a África do Sul? Então clique aqui e descubra como é viajar por este país fantástico! 🇿🇦🇿🇦🇿🇦