*** Post de autoria do nosso Amigo por aí @cleitonnlopes ***

Este roteiro de Nova York tem por objetivo ajudar aqueles que estão buscando dicas para organizar a viagem nesta cidade incrível. Gosto de compartilhar minhas experiências no Vai Que Viajo, pois o blog tem perfil voltado para aqueles que buscam desbravar o mundo no estilo mochilão, low cost – assim como eu!

Antes de iniciar este roteiro de Nova York, quero dizer que todos os dias era lei eu andar na 5° avenida e ir para a Times Square, dia e noite!

Times Square, NYC
Times Square, NYC

Hoje eu vejo Nova York como a capital do mundo. É uma cidade cosmopolita, caótica num nível aceitável e que mesmo com toda imensidão funciona, oferece transporte público de qualidade e é segura.

DIA 1 – CHEGADA EM NOVA YORK

Após cerca de 9 horas de voo, segui para migração, com aquela preocupação de sempre, afinal, eu nunca tinha ido aos Estados Unidos, e como sempre sou parado e entrevistado nas migrações, fiquei preocupado.

Esperei 20 minutos na fila. O funcionário da migração foi muito educado, perguntou-me onde eu iria ficar e quantos dias. Fiquei impressionado, porque passei tranquilo pela migração.

Os voos da Latam desembarcam sempre no Terminal 8. Eu havia reservado aqui do Brasil o transfer pela empresa SuperShuttle. No saguão encontrei o guichê da empresa, entreguei meu voucher, aguardei 30 minutos e segui para a Van. A van fez o pick up de outras pessoas em outros terminais até que, cerca de 20 minutos depois, iniciou a viagem para a ilha de Manhattan.

SuperShuttle
SuperShuttle

Optei por me hospedar em um Hostel, no HI New York Hostel. Foram 5 diárias em quarto coletivo (4 camas) pelo valor de U$$345,00. Como cheguei antes do horário de check in, guardei minhas malas e saí para comer algo em um mercadinho próximo.

 Hi Hosteling
Hi Hosteling

Depois segui para uma estação de metrô próxima ao hostel. Lá comprei um bilhete com validade de 7 dias que dá direito a uso ilimitado dentro de Manhattan. Por fim, segui para a Times Square e fiquei curtindo o lugar.

Times Square
Times Square

DIA 2 – ESTÁTUA DA LIBERDADE

Antes de iniciar este roteiro de Nova York, quero dizer que todos os dias era lei eu andar na 5° avenida e ir para a Times Square, dia e noite! E uma dica Importante: para usar o metrô de NYC sugiro baixar o aplicativo NYC SUBWAY. Ele e o City Guides do Trip Advisor me ajudaram bastante.

Para visitar a Estátua da Liberdade você precisa pegar um barco a partir do Lower Manhattan. Antes de embarcar, você passará por uma revista rigorosa, assim como no aeroporto. Visitar o monumento em si também requer uma revista adicional. Note que bolsas grandes, mochilas, carrinhos de bebês e outros itens maiores devem ser guardados em lockers (alugados) na Liberty Island.

Por sorte a visitação à estátua da Liberdade estava aberta.

Estátua da Liberdade
Estátua da Liberdade

Após conhecer a Estátua da Liberdade, o passeio seguiu para a Ellis Island. Se você quiser, pode desembarcar sem pagar taxa extra por isso. Se você não quiser descer em Ellis Island, basta permanecer no barco e ele lhe levará de volta para Manhattan. Eu desci!

Ellis Island
Ellis Island

Após concluir o passeio, segui para o memorial 11 de Setembro. Era aqui que ficavam as torres gêmeas, alvos dos ataques terroristas em 2001.

Memorial do 11 de Setembro
Memorial do 11 de Setembro

O energia é um pouco pesada. Fiquei um tempo refletindo e pensando como pode haver tanta maldade ao ponto de matar pessoas inocentes.

Após sair do Memorial, andei pelo Wall Street.

DIA 3 – HIGH LINE PARK, CHELSEA, CHINA TOWN, MANHATTAN BRIGDE E BROOKLYN BRIGDE

Peguei o metrô e desci no bairro Chelsea. Segui em direção ao High Line, que é um parque elevado, construído sobre os trilhos antigos de uma ferrovia desativada. Gostei muito do parque.

Após, fui desbravar o Chelsea em si, um bairro tradicional em Nova York, característico pelos prédios com escadas de incêndio pra fora.

Bairro Chelsea
Bairro Chelsea

Adorei caminhar por este bairro.

Bairro Chelsea
Bairro Chelsea

Segui a pé em direção ao Washington Square Park. É um parque super agradável, com um chafariz bem legal e um Arco do triunfo. É neste parque que começa a 5ª Avenida.

Aquela olhadinha básica no mapa
Aquela olhadinha básica no mapa

Continuei a caminhada até o Chinatown onde também circulei bastante. Fiz uma pausa para almoço no Little Italy, que fica cerca de 3 ruas e é um local com bastantes opções de restaurantes e comércios italianos.

Chinatown
Chinatown
Little Italy
Little Italy

Após o almoço, segui com a caminhada pelo Chinatown em direção a Manhattan Bridge.

Vista da Manhattan Bridge
Vista da Manhattan Bridge

Foi show avistar a Brooklyn Bridge, a e státua da Liberdade e os prédios de Nova York!

Após concluir a caminhada pela Manhattan Bridge, voltei pela Brooklyn Bridge. Esta ponte é um charme. Neste momento me senti em Nova York mesmo. Avistar a Manhattan Bridge foi um outro espetáculo!

Brooklyn Bridge
Brooklyn Bridge
Brooklyn Bridge
Brooklyn Bridge

Foi um dia muito proveitoso, porém cansativo. Andei demais!

DIA 4 – CENTRAL PARK E EMPIRE STATE BUILDING

O Hostel HI NYC onde me hospedei fica muito próximo do Central Park. Então dediquei este quarto dia do roteiro de Nova York para conhecê-lo. Andei pelo parque inteiro durante umas 2 horas fazendo uma viagem paralela na mente lembrando dos muitos filmes que nele foram gravados.

Central Park, NYC
Central Park, NYC

Segui em direção à 5ª Avenida para ir ao Empire State Building. Queria muito fazer uma visita a um edifico para ver Nova York do alto. Fiquei na dúvida entre o Rockefeller Center e o Empire State Building, mas no final optei pelo Empire.

Vista do Empire State Building
Vista do Empire State Building

Foi show o passeio pelo Empire State Building, ver todos arranhas céus do alto, é amazing!

Vista do Empire State Building
Vista do Empire State Building

DIA 5 – TOUR DE BARCO NA ILHA DE MANHATTAN

Saí em direção a Times Square e, de lá, fui andando até o Pier 83 numa caminhada de 20 minutos. Fiz um passeio guiado de barco que dá a volta na ilha de Manhattan.

Passeio de barco pela ilha de Manhattan
Passeio de barco pela ilha de Manhattan

Este passeio teve duração de 3 horas e valeu muito a pena!

As pontes que ligam a ilha de Manhattan
As pontes que ligam a ilha de Manhattan

Ele passou bem próximo da estátua da Liberdade.

Estátua da Liberdade
Estátua da Liberdade

Após concluir o passeio, fiquei perambulando pela 5ª Avenida.

5ª Avenida
5ª Avenida
5ª Avenida
5ª Avenida

E à noite a escolhida foi a Times Square.

Times Square à noite
Times Square à noite
Times Square à noite
Times Square à noite

DIA 6 – CAMINHADA LIVRE POR NYC

Era dia de retornar para o Brasil. Acordei cedo, pois ainda queria andar muito pela cidade. Voltei ao Central Park e fiz os passeios de sempre na região da Times Square.

Central Park
Central Park
Times Square
Times Square

CONSIDERAÇÕES SOBRE O ROTEIRO DE NOVA YORK:

Nova York é uma cidade cheia de atrações, museus e casas de show. Eu não fui neles, uma vez que preferi explorar a cidade em si. Também não fui a um culto nas diversas igrejas evangélicas, coisa que muitos turistas fazem.

Fiquei satisfeito com aquilo que visitei. Contudo, Nova York é com certeza um lugar para se voltar. Conforme dito no inicio do relato, o local é caótico, mas funciona. É, da fato, a capital do mundo!

Viajar para Nova York é caro sim! Tudo lá custa muito para nós brasileiros. No entanto, com planejamento se consegue montar um bom roteiro de Nova York de uma forma econômica.

E lembre-se: “Viajar não é gasto, é investimento pessoal e cultural”.

Fim de viagem por NYC
Fim de viagem por NYC

Espero neste post ter ajudado os queridos mochileiros leitores do Vai Que Viajo e que pretendem desbravar o mundo!

Abraços, Cleiton Lopes.

Instagram: @cleitonnlopes.

Clique aqui e confira outros relatos de viagens feitas pelos amigos do Vai Que Viajo!