Olá viajantes, me chamo Cleiton Lopes, sou paulista de São Bernardo do Campo e mochileiro! Gosto muito de compartilhar meus relatos de viagens neste site, já que muitos desbravadores do mundo vêm até o Vai Que Viajo em busca de dicas.

Vou relatar aqui uma viagem de apenas 4 dias em Paris. Sei que alguns vão dizer que não vale a pena enfrentar 12 horas de voo para ficar tão pouco tempo na Europa, contudo eu acredito que só pelo fato de viajar já vale a pena!

Antes de iniciar quero dizer que todos os dias era lei eu ir até a estação de metrô Trocadéro para ver a Torre Eiffel, principalmente à noite.

Eu já havia ido a Paris em 2008 numa viagem a trabalho na qual fiquei apenas 2 dias e não aproveitei muito. Em Janeiro de 2017 a ideia de voltar à cidade surgiu e eu comprei as passagens de ida e volta com taxas por R$2.662,11 (voo direto pela LATAM). Considerei ser um preço razoável por se tratar de um feriado.

Voo São Paulo - Paris
Voo São Paulo – Paris

Hospedei-me no Hotel Best Western Eiffel Cambronne*. Foram 3 diárias em quarto privativo pelo valor de EUR288,00.

*Clique aqui para reservar sua hospedagem no Best Western Eiffel Cambronne via Booking.com. Você não pagará nada a mais por isso, mas estará ajudando o Vai Que Viajo a se manter!

06/09/2017 – EMBARQUE PARA 4 DIAS EM PARIS

Neste dia, uma quarta feira, após um longo dia de trabalho segui para o aeroporto de Guarulhos chegando lá 2 horas antes do embarque. Eu já havia feito o check-in online e como minha mala era pequena resolvi não despachá-la.

Partiu Paris!
Partiu Paris!

07/09/2017 – CHEGADA EM PARIS

Antes de iniciar quero dizer que todos os dias era lei eu ir até a estação de metrô Trocadéro para ver a Torre Eiffel, principalmente à noite.

Após cerca de 12 horas de um voo muito tranquilo cheguei no Aeroporto de Paris Charles de Gaulle. Segui para Imigração e fiquei cerca de 1 hora na fila – o que considero bem demorado, pois eles apenas carimbam o passaporte sem fazer pergunta alguma.

Fila da imigração no Aeroporto Charles de Gaulle
Fila da imigração no Aeroporto Charles de Gaulle

Após a imigração segui as instruções para chegar no trem que vai para Paris, visto que o aeroporto Charles de Gaulle está em Roissy, um pouco afastado da capital Francesa.

Peguei o trem interno no Charles de Gaulle e fui até o terminal 3, local de onde partem os trens da RER que vão até o centro de Paris. Levei 40 minutos até a estação Denfert-Rochereau e de lá peguei o metrô da linha 6 para a estação Cambronne, a mais próxima do hotel no qual eu me hospedaria.

Cheguei no hotel por volta das 17h. Eu estava bem cansado, então fiz o check-in, subi para o quarto, organizei minhas coisas, tomei um banho e parti para uma caminhada de aproximadamente 20 minutos até a torre Eiffel.

Torre Eiffel
Torre Eiffel

Daí fiquei pelos Jardins do Trocadéro admirando um dos pontos turísticos mais visitados do mundo!

Como o cansaço bateu, voltei para o hotel para descansar, uma vez que o dia seguinte também seria bem intenso.

08/09/2017 – MUSEU DO LOUVRE

Acordei bem cedo e tomei café da manhã numa padaria na rua do hotel. O dia não estava dos melhores, garoava, mesmo assim segui para a estação de metrô. Comprei um bilhete ilimitado de 2 dias para uso do metrô pelo valor de EUR19,00.

Dica: baixe o aplicativo PARIS METRO para usar o metrô de Paris. Ele me ajudou muito.

Cheguei ao Louvre e fiquei andando pela parte externa dele. Não comprei o ingresso antecipado, mas digo que vale muito a pena comprá-lo dessa forma, pois a fila de quem já tem o ingresso é bem menor. Após a espera na fila, passei pelos procedimentos de segurança e segui para a bilheteria, porém acabei comprando o meu ingresso nas maquininhas para agilizar.

Museu do Louvre
Museu do Louvre

Fiquei cerca de 3 horas conhecendo o Museu do Louvre, o mais esperado era ver o quadro da Monalisa – a obra tão notável de Leonardo da Vinci. E dei muita sorte, pois não havia tanta gente na sala!

A experiência com a Monalisa é muito engraçada, pois independente de onde você esteja, ela estará olhando para você!

A tão esperada e enigmática Monalisa
A tão esperada e enigmática Monalisa

Abaixo outras obras notáveis do Museu do Louvre. Eu gostei muito da Estátua da Afrodite, deusa do amor (a primeira da foto abaixo).

Obras famosas do Museu do Louvre
Obras famosas do Museu do Louvre

Após terminar a visita ao Louvre, fui de metrô até uma estação da Avenida Champs Elysées. Também era possível ir a pé numa caminhada bem legal, porém como eu tinha o ticket ilimitado do metrô e adoro transporte público, preferi essa opção.

Champs Élysées
Champs Élysées

Desci na Champs Elysees e iniciei a caminhada, fui até a loja do Loja do Paris Saint-Germain – PSG para conhecê-la.

Loja do Paris Saint-Germain
Loja do Paris Saint-Germain

Quando saí o tempo continuava chuvoso, mas mesmo assim caminhei pela Avenida Champs Elysées. Fui da loja do PSG até o Arco do Triunfo curtindo a cidade e vendo aquele monte de boutique com produtos caríssimos.

Depois fiquei batendo perna pela região da Champs Elysees e, como de costume, voltei para a Torre Eiffel, onde fiquei até de noite caminhando pelas redondezas.

09/09/2017 – PASSEIO DE BARCO E REGIÃO MONTMARTRE

Neste dia peguei o metrô e desci na Estação Bir-Hakeim. De lá fui caminhando pela beira do Rio Sena avistando a Torre Eiffel.

Estação Bir-Hakeim
Estação Bir-Hakeim

Comprei o ingresso para fazer um passeio de barco que dura cerca de 1 hora e percorre todo o rio Sena passando por diversos pontos turísticos. O passeio custa EUR15,00 e o ponto de partida/chegada dele é na Torre Eiffel.

Barco que faz os passeios pelo Rio Sena
Barco que faz os passeios pelo Rio Sena

No barco há um bar vendendo bebidas e comidas. Além disso, ele é equipado com áudio guia disponível nos idiomas Francês, Inglês ou Espanhol que vai falando sobre os pontos turísticos de Paris.

Após o passeio do barco me desloquei (também via metrô) para a Montmartré, considerado um dos bairros mais charmosos de Paris.

No Montmartré subi até a Basílica Sacré Coeur. A vista lá do alto é muito legal, se pode ver bem a cidade de Paris, porém sem a Torre Eiffel.

Basílica de Sacré Cœur
Basílica de Sacré Cœur
Vista desde a Sacré Cœur
Vista desde a Sacré Cœur

Passei um tempinho nesta região caminhando e explorando os arredores. Essa área está cheia de restaurantes, porém escolhi comer apenas um crepe.

Depois peguei o metrô e voltei para a região do Louvre. Fui caminhando de lá até a Champs Elysée – agora com o tempo mais agradável!

Arco do Triunfo
Arco do Triunfo

10/09/2017 – CAMPO DE MARTE E CAMINHADA POR PARIS

Este era o último dia desta curta viagem de 4 dias em Paris. Então acordei cedo, organizei minhas coisas e fiz o check-out, deixando minha mala no hotel até a hora de ir embora.

Fui numa padaria próxima ao hotel para tomar café da manhã. As padarias de Paris são um charme, vários doces deliciosos – uma verdadeira atração turística!

Café da manhã em Paris
Café da manhã em Paris

Após tomar café da manhã, segui para a Estação de metrô Cambrone (que era a mais próxima do hotel que eu estava) e fui novamente para a Torre Eiffel onde passei um tempo no Campo de Marte admirando-a.

Campo de Marte
Campo de Marte

Depois fui conhecer a Catedral de Notre Dame, que é linda por dentro e por fora. Merece ser visitada!

Catedral de Notre Dame
Catedral de Notre Dame

Da Catedral segui para a Champs Elysées e fiquei pelos arredores circulando. Fui novamente até o Louvre (existe um shopping bem legal anexado ao museu, cheio de grife, onde encontrei um Starbucks, coisa que ainda não havia visto em Paris).

O tempo passava rapidamente e estava chegando a hora de voltar pra casa. Então, fui até a estação Trocadéro para me despedir do belo Monumento chamado Torre Eiffel ficando lá por mais um tempo.

Torre Eiffel
Torre Eiffel

Por volta das 18h30 voltei para o hotel, peguei minha mala e me dirigi para o Aeroporto Charles de Gaulle. 20h já estava no aeroporto – daí foi só esperar pelo embarque de retorno ao Brasil.

CONSIDERAÇÕES

  1. Mesmo sendo 4 dias em Paris  uma viagem curta e sendo ela uma cidade cheia de opções turísticas, fiquei satisfeito com as atrações que pude visitar.
  2. Em Paris tudo é caro, mas com planejamento se consegue conhecer a cidade de uma forma econômica. Lembrem que viajar não é gasto, é investimento pessoal e cultural.
  3. 4 dias em Paris passam voando!

Espero com esse roteiro de 4 dias em Paris ter ajudado e dado dicas para aqueles queridos mochileiros que pretendem desbravar o mundo!

Abraços a todos leitores.

Cleiton Lopes.

Instagram: @cleitonnlopes

Veja aqui outras viagens feitas pelos amigos do Vai Que Viajo!