A Suazilândia apareceu de repente na minha vida. Antes de começar as pesquisas sobre a África do Sul, jamais havia escutado falar deste pequeno país enclausurado na fronteira da própria África do Sul e de Moçambique. Percebi que ele ficava perto de Joanesburgo e que em 4 horas seria possível chegar até a Fronteira. Foi partir daí que intensifiquei as pesquisas sobre a tal Suazilândia.

Primeiras visões na Suazilândia
Primeiras visões na Suazilândia

E quem disse que seria fácil achar informações turísticas sobre ela. Tampouco gente postando foto por lá ou blogueiros dando dicas sobre o país. Era tudo tão desconhecido, mas enfim, botei na cabeça que ira à Suazilândia, nem que para isso eu precisasse descobrir sozinha como.

Post: Como ir à Suazilândia partindo de Joanesburgo.

A Suazilândia mexeu com a minha imaginação. Só de pensar que visitaria um país que a maioria das pessoas jamais havia ouvido falar, nada turístico e que acima de tudo é um Reino era muito desafiador. Para alguns beirava à loucura!

Mercado de frutas em Mahlanya
Mercado de frutas em Mahlanya

As coisas que eu mais escutei quando contava que iria à Suazilândia foram.

  1. Suazi o que?
  2. Vais fazer o que na Suazilândia?
  3. Ninguém vai na Suazilândia.

Agora, com muito prazer, vou responder essas questões! Confere aí!

SUAZI O QUE?

Suazilândia. É uma reino onde o rei, de fato, manda, fazendo dele a última monarquia absolutista da África (Marrocos e Lesoto são monarquias constitucionais). O nome oficial do país era Kingdom of Swaziland. Eu disse era porque em abril/2018 o Rei Mswati III mudou o nome do País que agora se chama Reino de eSwatini. Significa Terra dos Suazi. O principal motivo da mudança foi a semelhança do antigo nome Swaziland com o nome em inglês da Suiça, Switzerland.

É o menor país do hemisfério sul, tem população de cerca de 1.400.000 habitantes (dados de 2016). Além disso, é considerado um país extremamente pobre e estima-se que 40% da população adulta esteja infectada pelo vírus HIV, sendo o país com o maior percentual de habitantes infectados no mundo.

Crianças vendendo milho assado em uma estação de ônibus
Crianças vendendo milho assado em uma estação de ônibus

Se você quiser saber mais sobre o país em si, como informações sobre o Rei, economia, idiomas, religião e outras curiosidades, clique no link do post abaixo.

Post: 20 fatos e informações sobre a Suazilândia.

O QUE FAZER NA SUAZILÂNDIA

Realmente não há grandes atrações no País, mas o meu objetivo era apenas conhecê-lo independente do que eu iria encontrar. Abrir a mente sobre o mundo, sabe? E como me surpreendi! Porque a Suazilândia é normal – tem tudo que os outros países têm, porém de uma forma mais simples, lembrando as cidades do interior do Brasil.

Centro de Mbabane
Centro de Mbabane
Posto na região de Lobamba
Posto na região de Lobamba

Cria-se na cabeça aquela imagem de tribos, de miséria – mas não é tudo assim! De fato, é um dos países mais pobres do mundo e em áreas mais remotas as condições de vida são precárias, mas não vi isso pelas regiões mais centrais das cidades pelas quais passei.

Estilo de casa Suazi ainda utilizada em algumas comunidades tradicionais
Estilo de casa Suazi ainda utilizada em algumas comunidades tradicionais

Há parques para fazer Safari, como o Hhane Royal National Park e o Mkhaya Game Reserve. Não fiz Safari, mas fiquei hospedada num hostel dentro da reserva Mlilwane Wildlife Sanctuary. Nela havia muitos animas: Gnu, Javali Africano (o Pumba do rei Leão), Impala, Crocodilo, Zebras e outros de menor porte. Não há Big Five nesta reserva.

Alguns animais do Mlilwane Wildlife Sanctuary
Alguns animais do Mlilwane Wildlife Sanctuary

Também visitei o Umphakatsi Village uma comunidade tracional onde fui apresentada às tradições, crenças e estilo de vida em sociedade. Chama a atenção o fato de ser uma comunidade matriarcal. O post abaixo traz o relato desta visita:

Post: Suazilândia: experiência cultural no Umphakatsi Village

Umphakatsi Village, Swaziland
Umphakatsi Village, Swaziland

Se você tiver mais tempo poderá circular pelas maiores cidades da Suazilândia para conhecê-las. Eu apenas passei de ônibus por Mbabane e Manzini. Pelo pouco que pude perceber não há nada de grandes atrativos para serem conhecidos, além de simplesmente conhecer o dia a dia dos moradores e como são funcionam as cidades em si.

BRUXAS E CATAPULTAS

Há uma lei na Suazilândia que proíbe o voo das bruxas acima de 150 metros de altura sob pena de prisão e pagamento de multa. Fiz amizade com uma nativa na van e lhe perguntei se era verdade a existência dessa lei. Ela respondeu que sim! Aproveitei para perguntar se ela já tinha visto alguma bruxa e ela disse: “sim, uma vez”. Conversei com outras pessoas do país e todos também responderam que a lei é verdadeira.

Lá, as vassouras são consideradas meio de transporte e estão sujeitas às leis da aviação civil do país. Bruxaria é coisa séria na Suazilândia. Percebi que quando tocava no assunto o pessoal ficava meio incomodado para falar sobre. Então, respeite a crença do País! Afinal, #thisisafrica 

Você gostaria de ver uma bruxa na Suazilândia?
Você gostaria de ver uma bruxa na Suazilândia?

Confesso que várias vezes olhei para o céu nas duas noites em que estive na Suazi pensando “tomara que passe uma bruxinha”. E ainda era lua cheia! Contudo, não tive esta sorte! 

Catapultas também são proibidas por lá, soa até um pouco bizarro para a gente, não é mesmo? Contudo, veja a placa que havia dentro do meu hostel alertando as coisas que são ilegais por lá.

Proibições na Suazilândia
Proibições na Suazilândia

NINGUÉM VAI NA SUAZILÂNDIA

Já não sou mais aquela pessoa que viaja em razão de férias. Viajo porque sou viciada no mundo, em experiências, intercambio cultural – pessoas! Wanderlust, sabe? Assim como está descrito na minha biografia aqui no blog eu quero ver a realidade que a TV não nos mostra. Ter ido à Suazilândia me enriqueceu de uma forma que nenhum monumento famoso da Europa ou modernismo americano me enriqueceria. Os sorrisos das crianças da tribo Umphakatsi me encheram de energia, me completaram – sai de lá realizada. Fiquei tão pensativa sobre a realidade deles e desejo cada vez mais ter contato com culturas diferentes da minha. Você também deveria viver isto!

Fim de tarde na Suazilândia
Fim de tarde na Suazilândia

INDO SOZINHO(A) À SUAZILÂNDIA

Quanto à questão da segurança não vi problemas. Claro, todas as medidas de segurança que temos aqui no Brasil devem ser adotadas lá (e em qualquer país do mundo). Viajantes, estejam sempre atentos!

O que achei ruim foi que, devido à falta de estrutura de transporte do país e por eu não ter conhecimento prévio sobre a Suazilândia, não pude aproveitar para conhecer mais locais, como circular por uma das grandes cidades. Isso porque eu fiquei “presa” no Mlilwane Wildlife Sanctuary dependendo da van do Sondzela Backpackers (que só saia às 8h e às 17h) para ir até a cidade mais próxima, Mahlanya, visto que não havia transporte público até lá.

Achei também que poderia pagar uma diária no Hlane Royal National Park para fazer safari e que haveria um transfer para me pegar no Sondzela. Não havia, eu teria que ter ido sozinha até a reserva e, em termos de Suazilândia, isso significava atravessar o país.

A forma ideal de visitar a Suazilândia, no meu ponto de vista, é de carro. Assim você se desloca de forma rápida de uma cidade para a outra. Como não há atrações significativas para se visitar nelas, pode-se ir conhecendo as cidades de dentro do carro mesmo, parando apenas em locais que considere interessante.

Além disso o país é montanhoso, então a cada parte da rodovia você verá paisagens belíssimas, como o pôr do sol abaixo!

Pôr do Sol da Suazilândia
Pôr do Sol da Suazilândia

CONSIDERAÇÕES

Espero que tenham gostado do pouco que pude trazer sobre Suazilândia, um pequeno desconhecido, porém muito encantador! Visitá-lo foi gratificante e inesquecível!

Tentei não repetir as fotos entre os posts e escrevê-los da forma mais completa possível para que aqueles que estão querendo ir ao país possam ter mais informações, um vez que elas são poucas, principalmente vindas de brasileiros que já estiveram turistando por lá.

Veja aqui outras postagens e fotos da Suazilândia para ter uma ideia melhor do país!